Responsabilidades do Contabilista

responsabilidade-contabilidade

Na hora de contratar um contabilista o que é mais importante para você, preço ou credibilidade?

Confira abaixo algumas das principiais responsabilidades do contabilista. Saiba o quanto ele trabalha e a importância desse profissional nos cuidados gerenciais e patrimonial do seu negócio.

Contratos, alterações e distratos

– Elaboração, processamento da viabilidade, emissão de requerimentos e envio para registro em Junta Comercial ou Cartório.

Registros em Departamentos e órgãos governamentais (casos específicos)

– Registro de Funcionamento em Secretaria da Fazenda Municipal;

– Registro de Licenciamento em Secretaria de Saúde

– Registro no Instituto Brasileiro de Meio Ambiente – IBAMA;

– Registro na Agência Estadual de Meio Ambiente – CPRH;

– Registro na Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis – ANP, e

– Registro de Regularidade no Copo de Bombeiros.

Escrituração de Livro Diário – Mensal

– Em conformidade com as Normas Brasileiras de Contabilidade.

Escrituração do Livro Razão – Mensal

– De acordo com a legislação comercial, extraído do Diário com contas do balanço.

Balancetes Analíticos – Mensal

– Emissão de livro para análise gerencial e das variações econômicas e financeiras.

DRE – Demonstração do Resultado do Exercício – Trimestral

– Demonstrativo de Analise vertical das receitas, custos, despesas e resultados do exercício.

Balanço Patrimonial – Anual (ou eventual)

– Resumo dos aspectos de disponibilidades, das obrigações e do patrimônio da empresa.

LALUR – Anual (caso específico)

– Livro de Apuração do Lucro Real, de escrituração obrigatória para empresas que optam ou estão obrigadas à tributação pelo Lucro Real.

Registro de Entradas – Mensal

– Escrituração de Notas Fiscais por compra de bens ou mercadorias.

Registro de Saídas – Mensal

– Escrituração de Notas Fiscais, NFVC e ECF pelas vendas de bens ou mercadorias.

Apuração do ICMS – Mensal

– Registro de Apuração de créditos e débitos do ICMS no período.

Registro de Notas Fiscais de Serviços Tomados – Mensal

– Registro de notas recebidas por serviços tomados.

Registro de Notas Fiscais de Serviços Prestados – Mensal

– Registro das notas emitidas por prestação de serviços.

Registro de Inventário – Anual

– Escrituração de Livro de Registro de Inventário obrigatório para as empresas que comercializam ou industrializam produtos. Escriturado a partir dos relatórios gerenciais de controle de estoque mantidos pelas empresas.

Registro de Produção de Estoque – Anual

Escrituração obrigatória as empresas industriais para controle de produção de estoque, conforme legislação do IPI.

SPED – Anual

– Obrigações assessorias anual de escrituração contábil e fiscal:

  1. Escrituração Contábil Digital – ECD
  2. Escrituração Contábil Fiscal – ECF
  3. Escrituração Fiscal Digital – EFD

DIRF – Anual

– Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte

DIMOB – Anual

– Declaração de Informações imobiliárias das empresas que sublocam, comercializam ou intermedeiam aquisição, alienação e locação de imóveis.

DIPI – Anual

– Declaração do Imposto sobre Produtos Industrializados devidos obrigatoriamente pelas indústrias.

DITR – Anual

– Declaração do Imposto Territorial Rural para pessoas físicas ou jurídicas por imóveis rurais.

DMED – Anual

– Declaração de Serviços Médicos, prestados por médicos e dentistas, prestadores de serviços de saúde, operadoras de planos privados e clínicas médicas de qualquer especialidade.

DSPJ (Inativa) – Anual

– Declaração Simplificada da Pessoa Jurídica, para empresas que permaneceram inativas durante todo o ano-calendário anterior à entrega.

RAIS – Anual

– Relação anual de informações Sociais para pessoas jurídicas com ou sem contratação de funcionários

Questionário Eletrônico-IBGE – Anual (específico)

– Questionário Eletrônico do IBGE, voltado para pesquisas anual do comércio, indústria da construção, serviço e indústria de produtos.

DASN-SIMEI – Anual (específico)

– Declaração Anual do Simples Nacional para o Micro Empreendedor Individual.

DEFIS – Anual

– Declaração de Informações Socioeconômica e Fiscais, obrigatórias para empresas optantes pelo Simples Nacional.

GIA – Anual

– Obrigação assessoria exigida de empresas que realizam operações e prestações interestaduais, destacando o montante segregados por unidade federativa.

DCP – Trimestral

– Demonstrativos de crédito presumido do IPI, para empresa produtora e exportadora de mercadorias nacionais faz jus a crédito presumido de IPI.

SPED – Mensal

– Gerar, assinar e enviar as obrigação assessoria de informações mensais da:

  1. Escrituração Fiscal Digital das Contribuições – EFD Contribuições

DCTF – Mensal

– Declaração de Contribuições e Tributos Federais com ou sem informações de débitos a declarar.

DESTDA – Mensal

– Declaração de Substituição Tributária, Diferencial de Alíquota e Antecipação, obrigatórias aos optantes pelo Simples Nacional.

GIA-ST – Mensal

– Obrigação assessoria de Informação e Apuração do ICMS Substituição Tributária, obrigação para empresas que efetuarem operações sujeitas à substituição tributária.

SEF – Mensal

– Sistema de Escrituração Fiscal que inclui informações sobre o ICMS, IPI, Registro de Inventário, Movimento de Combustíveis, Impressão de Documentos Fiscais, Registro de Veículos e Informações econômicas fiscais obrigatórios a contribuintes do estado de Pernambuco.

FOLHA DE PAGAMENTO – Mensal

– Emissão de Folha e Recibo de Salários para todas as empresas que contratam funcionários.

CAGED – Mensal

– Uma obrigação assessoria mensal para empresas ou equiparadas pela ocorrência de contratação ou demissão de funcionários mesmo que temporários.

GFIP – Mensal

– Obrigação assessoria para todas as empresas que contratarem ou não funcionários.

GRF – Mensal

– Guia de Recolhimento do FGTS, obrigação das empresas que contratarem funcionários optantes pelo FGTS.

GPS – Mensal

– Guia da Previdência Social, obrigação das empresas pelo recolhimento do INSS retido de salários, Pró-labore, RPA, de retenção de terceiros e outras classes de contribuintes.

IRPJ – Trimestral

– DARF de obrigação tributária federal devido por todas as empresas obrigadas ou optantes pelo Lucro Real ou Presumido. Calculado trimestralmente sobre o lucro real ou sobre uma base de presunção. Há casos que os cálculos são mensais e outros por estimativas.

CSLL – Trimestral

– DARF de obrigação tributária federal devido por todas as empresas obrigadas ou optantes pelo Lucro Real ou Presumido. Calculado trimestralmente ou em determinados casos o cálculo é mensal e depende da opção tributária do imposto de renda.

PIS FATURAMENTO – Mensal

– DARF de obrigação tributária federal de todas as empresas optantes ou obrigadas ao Lucro presumido ou real, calculado mensalmente sobre as receitas.

PIS SOB FOPAG – Mensal (específico)

– DARF de obrigação tributária federal de todas as empresas ou entidades sem fins lucrativos, isentas ou imunes. Cálculo direto sobre o total da folha de pagamento.

COFINS – Mensal

– DARF de obrigação tributária federal de todas as empresas optantes ou obrigadas ao Lucro presumido ou real, calculado mensalmente sobre as receitas.

ICMS – Mensal

– DAE de obrigação tributária estadual devida por todas as empresas comerciais, recolhido sobre cálculos de apuração entre créditos e débitos desse imposto.

ICMS DIFERENCIAL DE ALÍQUOTA – Mensal

– DAE de obrigação tributária estadual, calculado em algumas operações com determinados produtos de acordo com o Regulamento do ICMS.

ICMS EM SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA – Mensal

– DAE ou GNRE de obrigação tributária estadual, calculado em algumas operações com determinados produtos de acordo com o Regulamento do ICMS e Convênios Interestaduais.

ISS – Mensal

– Obrigação tributária para empresas prestadoras de serviços ou assemelhadas, calculado conforme Regulamento do ISS.

IPI – Mensal

– Obrigação tributária para empresas industriais, calculado sobre produtos industrializados.

SIMPLES NACIONAL

– Imposto Único para optantes pela forma de tributação no Simples Nacional, calculado por segregação de receitas conforme atividade principal e secundária da empresa.

DAS-MEI

– DAS emitido conforme opção de contribuição determinado para Micros Empreendedores Individuais.

LIVRO CAIXA – Mensal (específico)

– Livro auxiliar de registro contábil e financeiro, de uso facultativo, porém recomendado para as escriturações do MEI – Micro Empreendedor Individual.

PER/DCOMP – Eventual

– Pedido Eletrônico de Restituição, Ressarcimento ou Reembolso e Declaração de Compensação por pagamentos indevidos ou a maior.

REDARF – Eventual

– Formulário de Pedido para Retificação do DARF na hipótese de erro cometido pelo contribuinte no preenchimento do DARF / DARF-Simples.

Nesta lista foram relacionadas algumas das principais responsabilidades em destaque no cotidiano do contabilista. Entretanto, para conclusão de cada uma delas, existem dezenas de informações, cálculos, preenchimentos de formulários e procedimentos a serem seguidos minuciosamente. É um trabalho regido por inúmeras leis, instruções normativas e inúmeros decretos exigindo constante atualização do contabilista para realizar um trabalho de credibilidade.

Quando o empresário recebe um “simples” documento de arrecadação de impostos ou contribuição significa apenas “uma ponta do iceberg” de um árduo trabalho e muitos cálculos. Está atento às constantes mudanças da legislação é sem dúvida um dos grandes desafios do profissional de contabilidade atualmente. Agora você já sabe escolher! Na dúvida prefira credibilidade.

Fonte de pesquisa:

http://idg.receita.fazenda.gov.br/

https://www.sefaz.pe.gov.br/SitePages/Home.aspx

http://www8.receita.fazenda.gov.br/SimplesNacional/

http://www.jucepe.pe.gov.br/

http://www.crcpe.org.br/